Pesquisar
Close this search box.

Maçã: importações decolam na parcial do ano

Cenário não era esperado para o período

As importações brasileiras de maçã cresceram significativamente na parcial do ano (janeiro a maio). Segundo dados da Secex, o volume comprado foi de 45,7 mil toneladas, aumento de 79% quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Já o gasto foi de US$ 46,7 mil (FOB), alta de 94% na mesma comparação.

O Chile foi o principal fornecedor, com 40% do volume total importado, seguido pela Itália, com 33% e Argentina com 16%. Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, o ocorrido pode ser reflexo de uma estratégia do mercado em estocar maiores volumes nacionais para a segunda metade do ano, quando os preços tendem a aumentar de forma mais significativa. Como resultado, para atender às demandas do mercado interno, as importações de maçãs seguiram altas.

Fonte: Agrolink

AMVAC DO BRASIL

AMVAC DO BRASIL

As soluções da AMVAC do Brasil proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email